cuidados com gato

Cuidados com Gatos: Como lidar com gatinhos fujões?

Seu gato costuma fugir muito de casa? Pretende ter um gato, mas tem receio que ele fuja? No artigo de hoje, vamos ensinar alguns cuidados que você deve ter para evitar que seu gatinho queira fugir de casa.

Os gatos são animais com fama de fujões, embora boa parte dessa fama seja instintiva, muitas vezes eles fogem (ou tentam fugir) por diversos outros motivos. 

Os cuidados com gatos devem ir além de apenas os básicos, ainda mais, se esses cuidados tiverem como propósito evitar as famigeradas fugas. Focaremos em quatro pontos importantes, que já farão com que as fugas diminuam. 

Um dos pontos, inclusive, é a resposta definitiva contra elas.

Castração

A castração é um dos cuidados com o gato doméstico que ajuda a diminuir (e muito!) as fugas. Além disso, evita algumas doenças. A castração deve ocorrer tanto no gatinho macho, quanto na gatinha fêmea, pelo mesmo motivo: hormônios.

Serão os hormônios um dos motivos clássicos dos gatos (de ambos os sexos) fugirem de casa durante o período de acasalamento. Isso é potencializado caso você possua apenas um gato, dois (ou mais) do mesmo sexo.

Quando a fêmea não castrada entra no cio, ela produz hormônios que farão despertar o instinto de procurar um parceiro para acasalar. Dessa forma, ela tentará de todo jeito sair de casa, para encontrar um parceiro. 

Com isso, além de fugir, ela poderá engravidar, o que pode se tornar um problema em casa, caso você só tenha espaço ou planos para ter um gatinho. Também no macho não castrado, motivado por seus instintos e hormônios, ele fugirá de casa para poder cruzar com a fêmea.

Estando na rua, ainda mais se o seu gatinho não tiver o hábito de passear, ele estará sujeito a muitos perigos (ser atacado por outros gatos ou cães, atropelamento, doenças e até roubos). Procure seu veterinário, ele saberá o momento certo de castrar seu amiguinho.

Redes de proteção

Os gatos são bastante independentes e ágeis, qualquer descuido e eles já estão na rua. Dessa forma, a melhor escolha para garantir que seu gato não fuja de casa é colocar redes de proteção ao redor de janelas e saídas. 

Rede de proteção é a resposta definitiva. Sem espaço para fugir, as fugas acabam.

Além de evitar saídas, também evita quedas, já que eles tem um espírito aventureiro e podem ver janelas e outras saídas como um desafio pessoal (“gatoal”?). As redes vão garantir que seu gato permaneça em casa e caso arrisque um salto, não se machuquem.

Procure uma empresa de qualidade e especializada em redes de proteção para gatos. Gatos possuem dentes e garras afiadas, dessa maneira, será necessária uma rede bastante resistente e forte. Não economize nessa questão, procure sempre o melhor serviço, para que seu gato fique em segurança.

Importante: mesmo com o uso das redes de proteção como um cuidado com o gato, é indicado fazer a castração, para dessa forma, evitar que o gato fique estressado e propenso a tentar fugir, o que vai causar irritabilidade no felino.

Brinquedos especiais para seu pet

Gatos são animais bastante curiosos por natureza, dessa maneira, caso eles não tenham algum entretenimento em casa, eles vão buscar conhecer novos lugares (fora de casa).

Porém, existem excelentes brinquedos que promovem a curiosidade, e consequentemente prendem a atenção do bichano. Esse é um cuidado com o seu gato, que fará a diferença não só para evitar as fugas, como para melhorar e estimular a “cabeça” do seu pet.

+ Veja também: Como fazer rede de proteção em casa? Realmente é possível?

Alguns brinquedos vão simular situações corriqueiras para um gato, pular de um local para outro, caçar, subir, correr e arranhar. Os gatos não vão fugir porque não gostam de você ou te acham um mau tutor, faz parte do instinto deles.

Eles costumam ser bem mais independentes que cachorros, por exemplo. Desse modo, é comum que muitas vezes eles queiram sair para fazer as atividades de sua natureza. Com brinquedos eles poderão ter acesso a diversas atividades comuns de gatos (sem sair de casa)

Cuidados com higiene e alimentação (bons tratos)

Os gatos prezam muito por uma boa alimentação, caso não estejam recebendo a comida que eles gostam, eles não apenas não comerão, como irão tentar fugir para buscar uma comida de qualidade.

Falando em cuidados com gatos que irão evitar que eles fujam, você não poderá se descuidar com a higiene do seu gato. Eles ligam muito por estarem se sentindo limpo, caso o ambiente não pareça adequado às suas necessidades é comum que desperte a irritação do animal, fazendo com que busque fugir.

É uma constante, caso falte algo do agrado do animal, ele vai tentar buscar encontrar em outro local. Em outras palavras, ele vai querer fugir. Higiene e alimentação devem ser balanceadas e de acordo com as características do animal. 

Embora seja da natureza deles buscar a liberdade, vamos deixar de lado, por um instante, o instinto aventureiro (e como já falamos, fugir não significa que eles não nutrem sentimentos por você). Mesmo se excluir o instinto do animal, ainda assim, por maus tratos eles poderão querer fugir. 

Por falta de zelo do tutor eles irão sim, fugir. Bons tratos evitam que eles busquem escapar por falta do básico (vamos considerar higiene e alimentação como o básico do básico)

Ainda poderão querer fugir, mas por questão instintiva. Digamos que bons tratos  diminuem em 50% as chances do gatinho buscar fuga.

Quando você adota um gatinho, se pergunte se você está disposto a se adequar a alguns cuidados extras, além de alguns gastos adicionais. 

A função do animal não é apenas te fazer bem, você também deve fazer bem ao animal, para receber amor em troca. Gatos são sim animais bastante amorosos, embora nem sempre demonstrem com uma frequência alta.

E aí, você é fã dos amiguinhos de quatro patas, assim como nós? Compartilhe este artigo em suas redes sociais, para que mais pessoas conheçam essas dicas de cuidados com gatos.

Grande abraço, e até a próxima!

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp